Data: 24/11/2020 16:49 / Autor: Redação / Fonte: Chef Aprendiz

Hotel Grand Hyatt sediou a etapa final do Chef Aprendiz, edição Chuvisco

Final da 7ª edição do projeto social Chef Aprendiz reuniu os vinte alunos em competição que garantiu vagas de emprego aos jovens


Hotel Grand Hyatt sediou a etapa final do Chef Aprendiz, edição Chuvisco
Hotel Grand Hyatt sediou a etapa final do Chef Aprendiz, edição Chuvisco

Crédito: Marcelo Brayne

A competição final da 7a edição do projeto Chef Aprendiz, realizada no último dia 21/11, foi emocionante e provou o poder de uma rede de parceiros forte. Com tudo organizado há mais de três meses para uma grande final na Le Cordon Bleu de São Paulo, em uma decisão conjunta, precisou ser remanejada para outro local. Acontecendo ininterruptamente desde 2015, a rede de parceiros do projeto se deu as mãos e remanejou todo o evento, com sucesso, para o hotel Grand Hyatt.

Por lá, o evento de encerramento do projeto Chef Aprendiz edição Chuvisco recebeu time de 8 jurados que avaliaram o melhor menu completo e, individualmente, melhor entrada, prato principal e sobremesa dos vinte jovens selecionados junto a ONG Alquimia (Zona Sul de São Paulo). Em um primeiro momento, os 12 primeiros melhores colocados receberam oportunidades de entrevistas para vagas de emprego, e terão a chance de começar a trabalhar pela primeira vez em uma cozinha profissional ao longo das próximas semanas. Além disso, todos os jovens que optaram por seguir trabalhando na área ficam em contato com a equipe do projeto para possibilidades de novas vagas.

Participaram do time de jurados William Ymamura (Kosho), Carlos Claro (Tartuferia San Paolo), Georges Barakat (Shahiya), Gabriela Herculani (Nico Pasta e Basta), Roberto Ng (Sushi Papaya), Breno Berdu (Emiliano) e Amanda Menezes (Mandí).

Além disso, o projeto contou também com a parceria de importantes empresas. Como patrocinadores via Proac ICMS estavam Comgás, Kikkoman e Wickbold, já entre os apoiadores, Philadelphia e a Le Cordon Bleu São Paulo, uma grande novidade para os três primeiros colocados que foram presenteados com uma aula presencial na mais importante escola de gastronomia de São Paulo.

O Chef Aprendiz vai muito além de projeto de gastronomia e inserção socioeconômica para jovens em situação de vulnerabilidade social. “O objetivo é principal é desenvolver pessoas e empoderar seres humanos usando a gastronomia como principal ferramenta”, explica Beatriz Mansberger, criadora do projeto. “São cinco meses que, além de aulas diretamente relacionadas ao mercado gastronômico, os jovens têm dinâmicas de autoconhecimento, oficinas de alfabetização emocional, educação financeira e muitas outras oficinas que enxergam esses jovens como um todo”, completa.

O Chef Aprendiz celebra cinco anos em 2020 além de importantes conquistas: sete comunidades impactadas (Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jardim Colombo, Valo Velho, Capão Redondo e Chuvisco), 109 jovens formados e mais de 60% deles atualmente empregados.

Criado em 2015 pela então estudante de Gestão de Políticas Públicas Beatriz Mansberger, na época com 22 anos, o projeto agora avança para um novo patamar: o início das operações de sua primeira sede própria, a Casa Chef Aprendiz. Além de um espaço para atividades de reciclagem e apoio psicológico aos jovens que já passaram pelo projeto, será também a cozinha de pré-produção para eventos e estúdio para captação de conteúdo para parceiros.

Para mais informações sobre o projeto e sobre como apoiar, visite o site do Chef Aprendiz.

Crédito: Marcelo Brayne

Comente aqui