Data: 24/08/2021 11:53 - Alterado em: 26/10/2021 11:30 / Autor: Redação / Fonte: UFSCar

Programa da UFSCar oferece assistência para idosos que sofreram quedas acidentais

Ação busca voluntários a partir de 60 anos para avaliações e intervenções gratuitas


Programa da UFSCar oferece assistência para idosos que sofreram quedas acidentais de todo o País
Programa da UFSCar oferece assistência para idosos que sofreram quedas acidentais de todo o País

Crédito: Pixabay

O Programa Multidimensional e Assistencial de Gestão para Idosos Caidores (Magic) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) tem por objetivo acompanhar os idosos que sofreram quedas acidentais com o intuito de reduzir os fatores de risco dessas ocorrências. A iniciativa é do grupo de pesquisa "Abordagem funcional e multifuncional em Gerontologia", coordenado pelas professoras Juliana Hotta Ansai e Karina Gramani Say, do Departamento de Gerontologia (DGero), em colaboração com os professores Larissa Costa Riani e Paulo Giusti Rossi, do Departamento de Fisioterapia (DFisio), da Universidade. O projeto busca voluntários a partir de 60 anos de idade, que residam em qualquer região do País.

O programa vai oferecer aos participantes avaliações, intervenções de atividades físicas e cognitivas para melhora da mobilidade, coordenação, força muscular, equilíbrio, atenção e memória, além de uma gestão de casos individuais, com foco na redução dos fatores de risco para quedas. As atividades são desenvolvidas no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia (PPGGero) da UFSCar, têm como colaboradores Maria Joana Duarte Caetano, educadora física e pesquisadora; Herick Moralles, docente do Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da UFSCar; e parceria internacional com o pesquisador e professor Stephen Lord (Austrália).

Para realizar o programa, estão sendo convidados voluntários idosos, a partir de 60 anos, que tenham sofrido queda nos últimos 12 meses. Os participantes serão avaliados de forma individual, antes e depois do período das intervenções. Além disso, os voluntários serão assistidos por profissionais para garantirem o seu bem-estar e segurança. Em virtude da pandemia de Covid-19, o programa será ofertado de forma remota, respeitando todas as recomendações e medidas sanitárias, utilizando vídeos com aulas, atividades impressas e acompanhamento por telefone. A expectativa é propiciar benefícios para os participantes, além de melhora na resistência física e preparação para lidar com a ameaça de quedas.

Interessados em participar do Magic devem preencher este formulário (https://bit.ly/3BsMb4c) ou fazer o contato com os pesquisadores pelo e-mail programamagic@ufscar.br, pelo WhatsApp (16) 99729-9855. Após o preenchimento do formulário, os interessados devem aguardar o contato da equipe, que explicará os próximos passos. Mais informações também podem ser acessadas no Instagram (@programamagic) e no Facebook (facebook.com/promagic.ufscar).


Comente aqui