Data: 26/11/2021 13:52 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Equipe Ambiental de Ribeirão Pires resgata Tucano e captura Jararaca

As duas ações ocorreram na manhã desta sexta-feira, dia 26


A jararaca foi capturada no Parque Oriental e foi levada a base para avaliação antes de ser reinserida à natureza
A jararaca foi capturada no Parque Oriental e foi levada a base para avaliação antes de ser reinserida à natureza

Crédito: PMETRP

A Secretaria do Meio Ambiente, Habitação e Desenvolvimento Urbano de Ribeirão Pires, por meio do Departamento de Proteção à Fauna e Bem Estar Animal, resgatou na manhã desta sexta-feira, dia 26, um filhote de tucano-de-bico-verde que estava em uma praça da região central. A equipe capturou também uma jararaca no Parque Oriental.

A ave está bem e não apresentou nenhum ferimento. "Vamos cuidar dele até que tenha uma idade certa para soltarmos de volta à natureza”, explicou a veterinária do departamento, Maria Helena Cavallari. “Provavelmente, o tucano foi expulso do ninho por ser mais fraco e por estar se alimentando menos”, finalizou.

A cobra foi encontrada por funcionários do Parque Oriental, que solicitaram a presença do departamento para realizar a captura. O biólogo, André Pitta, explica sobre os procedimentos que se deve ter ao se deparar com cobras. "Sempre que encontrar algum animal desse orientamos a não se aproximar e mantê-lo longe de crianças e animais, isolar a área e acionar a nossa equipe”, disse.

Tucano-de-bico-verde - Típico da região Sul e Sudeste do Brasil a ave é muito comum na Estância com diversos exemplares podendo ser observados em vários pontos da cidade. Pode chegar a até 48 centímetros e pesar, no máximo, 400 gramas.

Jararaca - São serpentes peçonhentas comuns em nossa região de mata atlântica. Por apresentarem tolerância à presença humana elas são comumente encontradas em áreas urbanas. Elas podem ter até 1.6 metro e possui um veneno muito poderoso.

Para casos de denúncias, salvamentos e entregas voluntárias, os telefones do departamento são 4824-4197 ou 97211-1112, este segundo atende via WhatsApp.

O tucano está sem ferimentos e deve voltar a natureza assim que atingir a idade para conseguir viver sem auxílio em seu habitat natural
O tucano está sem ferimentos e deve voltar a natureza assim que atingir a idade para conseguir viver sem auxílio em seu habitat natural

Crédito: PMETRP

Comente aqui