Data: 22/07/2021 15:21 / Autor: Redação / Fonte: SIMA

Uma década para restaurar o planeta

Programa do Governo de SP é um dos Fundadores do hub de Restauração de Ecossistemas da ONU


Crédito: Governo do Estado de São Paulo

O Programa Nascentes, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), foi escolhido como uma das 50 iniciativas mundiais que integram o hub da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas, que começa agora em 2021.

A iniciativa serve para que pessoas e entidades interessadas em restauração de ecossistema encontrem projetos, parceiros, conhecimento e financiamento para causa.

“Fazer parte desta ação global é motivo de comemoração e orgulho. Demonstra que estamos no caminho certo para o incremento da cobertura de vegetação nativa no estado. O Programa Nascentes abrange 444 municípios, sendo de vital importância, principalmente em tempos de escassez de hídrica”, declarou Marcos Penido, secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente. 

Iniciativa Paulista na ONU

O Nascentes foi criado para promover a restauração ecológica em áreas prioritárias, visando o aumento de segurança hídrica e biodiversidade especialmente por meio da restauração ecológica da mata ciliar das nascentes, córregos e rios. Fazem parte iniciativa empresas públicas e privadas, poder público, especialistas em recuperação e sociedade civil.

De 2014 até hoje, o programa já ultrapassou a meta de 22 mil hectares em regeneração, o equivalente a 31 mil campos de futebol, com mais de 37 milhões de mudas plantadas.

Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

A Década da ONU vai até a 2030, que é também o prazo final para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a linha do tempo que a comunidade científica identificou como a última chance de evitar mudanças climáticas catastróficas.

Helena Carrascosa, coordenadora do Nascentes, projeta a contribuição do programa para o hub de Restauração de Ecossistemas da ONU:

 “Os esforços paulistas foram reconhecidos internacionalmente como um exemplo de boas práticas que podem inspirar outras nações na tarefa coletiva de restaurar ecossistemas para o enfrentamento da crise climática global. Até a metade da década, pretendemos recuperar mais 10 mil hectares”.

A ação da ONU é um apelo para a proteção e revitalização dos ecossistemas em todo o mundo, para o benefício das pessoas e da natureza e que visa deter a degradação dos ecossistemas e restaurá-los para atingir objetivos globais.

Comente aqui