Data: 13/10/2021 13:54 / Autor: Redação / Fonte: Mercedes-Benz

Produção em série do eActros tem início na fábrica da Mercedes-Benz em Wörth

Primeiro eActros de produção em série foi fabricado na linha do Future Truck Center na fábrica da Mercedes-Benz em Wörth, na Alemanha


Após a estreia mundial no final de junho, na última quinta-feira (7/10) o primeiro Mercedes-Benz eActros de produção em série saiu da linha ção no novo Future Truck Center na fábrica de Wörth, na Alemanha. A abertura oficial da linha de produção e o início das operações da maior montadora de caminhões Mercedes-Benz foi realizada por Daniela Schmitt, Ministra da Economia e Transportes do Estado da Renânia-Palatinado, e Karin Rådström, Membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG responsável pela Mercedes-Benz Trucks, juntamente com Sven Gräble, Chefe de Operações da Mercedes-Benz Trucks, Dr. Andreas Bachhofer, Chefe de Fábrica e Produção de Wörth, e Thomas Zwick, Presidente do Conselho de Trabalhadores da fábrica de Wörth.

O coração da produção em série do eActros é o Future Truck Center. Nele, o Prédio 75 foi oficialmente colocado em operação com o início da produção em série que ocorreu na última semana. No futuro, a eletrificação de mais caminhões Mercedes-Benz livres de emissões de CO2 também ocorrerá nesse local. A produção em série do eEconic, desenvolvido para uso municipal, está programada para começar no segundo semestre de 2022. Já o eActros LongHaul, para transporte em longas distâncias, está programado para ficar pronto para a produção em série em 2024.

"O início da produção em série do eActros é uma prova muito concreta de que levamos a sério o transporte livre de emissões", diz Karin Rådström, Membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG, responsável pela Mercedes-Benz Trucks. “O eActros, primeiro caminhão elétrico de série da Mercedes-Benz, e nossos serviços relacionados são um grande passo para nós e para nossos clientes em direção ao transporte rodoviário livre de emissões de CO2. E o veículo também tem um significado muito especial para a fábrica de Wörth: o o futuro da Mercedes-Benz quanto à produção de caminhões está apenas começando. Queremos expandir a produção em série de nossos caminhões elétricos aqui, em Wörth".

A Ministra da Economia e Transportes do Estado da Renânia-Palatinado, Daniela Schmitt, destacou: “Com a produção em série do eActros na unidade de Wörth, nosso Estado Federal dá mais um passo importante para a mobilidade de pessoas e bens do amanhã. O eActros fabricado na Renânia-Palatinado também garante a geração de valor industrial na região e é um sinal importante de que conseguimos sucesso quanto ao domínio da transformação na indústria de veículos”.

Thomas Zwick, Presidente do Conselho de Trabalhadores da fábrica da Mercedes-Benz de Wörth: “Este é um momento histórico para a nossa fábrica, mas também para a nossa região. O futuro do transporte virá de nossa fábrica na Renânia-Palatinado. Serão criados novos empregos e novos perfis de trabalho para os nossos colegas e, com eles, novas oportunidades de formação e qualificação. Nossa fábrica está se transformando e nós a estamos moldando juntos!".

Future Truck Center para a eletrificação de caminhões com sistemas de propulsão alternativos em Wörth

"A mudança da tecnologia de nossa indústria para caminhões livres de emissões locais de CO2 também significa uma mudança imensa para nossas fábricas e nossa produção. O início da produção em série do eActros não é uma escalada diária para nós, mas sim um novo começo real", disse Sven Gräble, Chefe de Operações de Caminhões da Mercedes-Benz. “Nosso conceito denominado ‘fullflex’ (totalmente flexível) possibilita a integração dos caminhões elétricos à produção já existente. Dessa forma, a planta é capaz de se adaptar com eficácia e ainda mais rapidez às demandas de mercado e cumprir de forma confiável os exigentes padrões de qualidade da Mercedes-Benz. "

Antes da chegada do eActros ao Future Truck Center para sua eletrificação, ele será fabricado de forma flexível na linha de montagem existente ao lado de caminhões com sistemas de propulsão convencionais. Basicamente, a montagem dos diferentes tipos de veículos ocorrerá de forma integrada e a estrutura básica do veículo será construída em uma linha de montagem - independentemente de estar instalado um motor de combustão convencional ou um trem de força elétrico.

O eActros segue então para o Future Truck Center, onde ocorre a eletrificação do veículo. Diversos preparativos intensos para os novos processos de produção foram feitos nos últimos meses. Eles incluíram, entre outras coisas, a construção de uma nova linha de montagem. Passo a passo, os eActros serão montados aqui. Além das baterias de alta voltagem, outros componentes de alta voltagem são montados em várias etapas de produção, incluindo a unidade de recarga. Ele forma a interface por meio da qual o veículo é conectado à estação de recarga. Depois da montagem de todos os componentes, o sistema inteiro é colocado em operação no Future Truck Center. O caminhão está então pronto para ser conduzido. O veículo é reintegrado ao processo normal de produção para acabamento e inspeção final.

Os novos processos produtivos também implicam em novas exigências de qualificação e desenvolvimento da mão de obra. Desde 2018, mais de 2.500 funcionários até agora receberam treinamento adicional quanto ao manejo de veículos e seus componentes de alta voltagem no Centro de Treinamento da própria unidade em Wörth - e adquiriram as habilidades indispensáveis para a montagem de caminhões elétricos.

Fábrica de Wörth: centro de caminhões isentos de emissões de CO2 na rede de produção da Mercedes-Benz Trucks

O eActros dá a partida, outros modelos se seguirão: em meados de julho deste ano, a Direção e o Conselho de Trabalhadores assumiram um compromisso com um quadro de metas para o futuro que inclui a produção em série sustentável de caminhões elétricos movidos a bateria e a célula de combustível a hidrogênio na fábrica da Mercedes-Benz em Wörth, o maior desenvolvimento e qualificação da força de trabalho dentro dessa transformação, e a futura expansão da digitalização no local. A Daimler Truck está, portanto, claramente comprometida com a planta de Wörth, que desempenhará um papel importante na empresa a longo prazo visando a transformação para atingirmos um transporte livre de emissões de CO2. Com a decisão de fabricar caminhões com zero emissões em Wörth, a Empresa está garantindo a utilização da capacidade de longo prazo da fábrica e empregos estáveis nessa unidade.

Dr. Andreas Bachhofer, Chefe de Fábrica e Produção de Wörth: "Nossa produção altamente flexível garante a montagem eficiente de caminhões convencionais e dos caminhões livres de emissões de CO2 na fábrica da Mercedes-Benz em Wörth nos próximos anos - e, portanto, a competitividade de toda a unidade. Wörth está se tornando o polo do transporte do futuro quanto à rede de produção de caminhões Mercedes-Benz. Estamos combinando nosso know-how tecnológico com uma produção totalmente flexível e eficiente, e tudo isso em uma fábrica digitalizada e neutra quanto as emissões de CO2, que possui a logística e infraestrutura correspondentes."

Fábrica verde: a produção também será livre de emissões de CO2

Além dos produtos, toda a unidade de Wörth, incluindo a produção, será neutra na emissão de CO2 a partir de 2022, assim como todas as outras fábricas europeias da Daimler Truck. Um conceito único de energia verde na Daimler torna isso possível, entre outras conquistas: a aquisição de energia sem CO2 de fontes de energia renováveis formará a base para a produção livre de emissões de CO2. Como parte disso, a unidade receberá eletricidade de parques eólicos e solares, bem como de usinas hidrelétricas a partir de 2022. A caminho de se tornar uma fábrica verde, a fábrica da Mercedes-Benz em Wörth também deve operar sem CO2 a longo prazo, estabelecendo sucessivamente um sistema de energia totalmente renovável nos próximos anos.

O constante aprimoramento da eficiência energética na fábrica também desempenha um papel decisivo. Um exemplo: a longo prazo, um sistema de refrigeração por absorção central substituirá centenas de unidades de ar condicionado descentralizadas no local, usando o calor existente em vez de eletricidade para o ar condicionado. Os edifícios e infraestruturas existentes também deverão ser totalmente renovados em termos de eficiência energética, e serão utilizados na produção de novas tecnologias mais favoráveis ao clima, como é o caso do processo “Eco Paint”, na pintura.

Mercedes-Benz eActros: de veículo-conceito à produção em série

Depois que a Mercedes-Benz Trucks apresentou o veículo-conceito de um caminhão de distribuição de carga pesada para áreas urbanas na IAA de Veículos Comerciais de 2016 em Hanover, dez protótipos do eActros entraram em testes práticos com clientes na Alemanha e outros países europeus a partir de 2018. O objetivo da "frota de inovação do eActros" era aprender com os clientes e fazer com que o eActros ficasse pronto para a produção. Em comparação com os protótipos, o modelo de produção em série está significativamente aprimorado em alguns aspectos, como a autonomia, desempenho de trem de força e segurança.

O coração tecnológico do eActros é a unidade de propulsão com dois motores elétricos integrados, incluindo uma transmissão de duas velocidades. Os dois motores garantem um nível de conforto de condução impressionante e uma dinâmica de condução superior. Ao mesmo tempo, a propulsão elétrica silenciosa e livre de emissões também permite entregas noturnas, bem como a entrada em cidades do interior onde há proibições de circulação de veículos a diesel. Dependendo da versão, o eActros obtém sua energia de três ou quatro baterias e pode atingir uma autonomia de até 400 quilômetros. O eActros pode ser recarregado com até 160 kW. As três baterias precisam de pouco mais de uma hora para serem recarregadas de 20% a 80% em uma estação comum de carga rápida de corrente DC para carregamento de 400A. No que diz respeito à disponibilidade e desempenho, o eActros é ideal para as operações diárias de distribuição.

A fim de apoiar os transportadores em todas as etapas da mudança para a e-mobilidade, a Mercedes-Benz Trucks integrou o eActros em um sistema global que também inclui ofertas de consultoria e serviços para os clientes e, assim, viabilizando a melhor utilização possível do veículo, otimização geral de custos e o estabelecimento de uma infraestrutura de recarga. Além disso, o caminhão elétrico é caracterizado por seu alto nível de digitalização e conectividade.

Isso também se aplica à segurança do veículo. Com a última geração do Actros com propulsão a diesel convencional, a Mercedes-Benz Trucks já demonstrou de forma clara o nível de segurança que hoje é possível na estrada e as medidas com que o fabricante persegue a sua visão de uma condução livre de acidentes. No caso dos eActros, a Mercedes-Benz Trucks não se concentrou apenas na segurança ativa, por exemplo sob a forma de sistemas como o MirrorCam, (câmera que substitui os retrovisores), S1R Turning Assistant (o assistente para fazer curvas) ou o Active Brake Assist (ABA) (sistema ativo de freios) de quinta geração com detecção de pedestres, mas também nos desafios associados aos veículos elétricos e sistemas de alta tensão.

Em uma primeira etapa, o modelo de série do eActros estará disponível na Alemanha, Áustria, Suíça, Itália, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Grã-Bretanha, Dinamarca, Noruega e Suécia. E outros mercados virão.

Daniela Schmitt, Ministra da Economia e Transportes do Estado da Renânia-Palatinado, e Karin Rådström, Membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG responsável pela Mercedes-Benz Trucks, inauguraram juntas a nova linha de produção
Daniela Schmitt, Ministra da Economia e Transportes do Estado da Renânia-Palatinado, e Karin Rådström, Membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG responsável pela Mercedes-Benz Trucks, inauguraram juntas a nova linha de produção

Crédito: Divulgação/Mercedes-Benz

Comente aqui