Data: 16/09/2021 15:25 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Adolfo Sachsida acredita na política monetária e fiscal contra a inflação

Secretário voltou a dizer que o crescimento da economia em 2022 será superior a 2,0%


Crédito: Jefferson Rudy / Agência Senado

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, garantiu nesta quinta-feira que a política monetária e a política fiscal irão combater juntas a inflação que, segundo ele, é a maior inimiga da população. "Faremos o que for necessário para combater a inflação. Acho que o Banco Central tem feito um belo trabalho em um contexto difícil com vários choques adversos acontecendo ao mesmo tempo" avaliou. "Mesmo com políticas monetária e fiscal restritivas, há fatores que balizam nossa projeção de crescimento da economia em 2022", completou.

Ele voltou a dizer que o crescimento da economia em 2022 será superior a 2,0% e virá puxado pela retomada do setor serviços - dada a vacinação em massa - e pelo investimento privado via concessões e privatizações - incluindo 5G, Eletrobras e Correios.

Apesar de o mercado vir reduzindo suas projeções para a evolução da atividade neste e no próximo ano, o Ministério da Economia manteve sua estimativa para a recuperação da economia em 2021, e segue esperando uma alta de 5,30% no Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

Para 2022, a estimativa de alta no PIB passou de 2,51% para 2 50% - enquanto parte do mercado já aposta em um crescimento inferior a 1,00% no próximo ano.

Comente aqui