Data: 21/10/2021 20:26 / Autor: Redação

Descubra como um empréstimo pode fazer seu negócio lucrar


Se você está à procura de um bom empréstimo para sua empresa, é importante que saiba que existem muitas modalidades no mercado. Cada uma com vantagens diferentes e que atendem a necessidades específicas.

Quando falamos do Microempreendedor Individual, em especial, apesar de sua enorme crescente do ano de 2014 até os dias atuais, vemos suas dificuldades em conseguir um crédito de verdade. E diversas instituições financeiras podem alegar os mais variados motivos para não lhe darem o dinheiro necessário, mas sabemos que outras, como a CashMe, oferecem a melhor oportunidade para o empresário.

A fintech, que é do Grupo Cyrela, oferece hoje a modalidade de empréstimo com garantia de imóvel e se destaca por sua baixa taxa de juros e também por seu longo prazo para pagamento.

Ficou curioso para saber mais? Continue a leitura e acompanhe!

Por que é tão difícil contratar?
Por maiores e melhores que as desculpas sejam para não lhe ceder o crédito que precisa, no fim, bancos e outros financiadores terão o mesmo motivo: eles não acreditam na verdadeira capacidade da sua empresa.

E nem os números os irão convencer. O que buscam é lucros, e quanto mais puderem arrancar de você, chegando a até taxas abusivas de 27% de juros em cima do empréstimo, melhor.

Para o MEI, o empréstimo mais oferecido é o pessoal, onde o banco precisa até mesmo do motivo para lhe dar o crédito, e o microcrédito, onde o teto chega a, no máximo, R$15.000,00.

Mas, para fazer a tão sonhada expansão, por muitas vezes é necessário muito mais que este valor. Mesmo possuindo um CNPJ, a burocracia e os interesses de uma única parte é o que define este tipo de transação.

Entretanto, ninguém melhor para saber de seus números e acreditar naquilo que vende do que você, empreendedor, não é mesmo? Acordando cedo toda a manhã, colocando sua roupa e indo à luta todos os dias, dando o melhor de si e acreditando fielmente em seu potencial. Tendo plena consciência de quanto, efetivamente, a sua ideia e produto valem.

Chega dessa história de ninguém acreditando no seu sonho. Já basta de diminuírem seu negócio só porque você começou como um microempreendedor.

Investindo em seu próprio negócio
Por mais que seja difícil, uma das opções é utilizar do seu próprio lucro para beneficiar a sua empresa. Para se encaixar como MEI, é necessário que você alcance até, no máximo, uma quantidade de R$ 81.000,00 por ano, sendo seu lucro de até R$ 6.750,00 por mês, o que dificulta, e muito, acumular para investir.

Ainda sim, é possível crescer somente do seu lucro. Crie uma poupança a fim de guardar uma parte do mesmo, para que possa realizar a ampliação da sua empresa em um futuro não muito longínquo.

Lembrando que, caso ultrapasse o máximo permitido, sua empresa e obrigações da mesma serão consideradas de pequeno porte, onde você deverá cumprir com toda a papelada e burocracia necessária.

Este é um dos fatores que levam muitos MEIs a ficarem presos, sem poder expandir.

Muitos não podem se declarar como pequena empresa, mas o MEI já não o comporta mais, sendo que seu lucro anual supera o estipulado. E as cobranças ficam cada vez mais pesadas.

Por isso, procure fazer um calção para expandir. Melhor que depender de um banco que apenas quer lucrar com a sua situação atual, mesmo que demore um pouco mais de tempo.

Caso já tenha se atentado a este passo, parabéns, pois uma carreira de muito sucesso o aguarda.

Fui taxado como pequena empresa. O que faço agora?
Para casos de extrema urgência, o melhor é buscar um empréstimo. Como citamos anteriormente, a pior das escolhas a se fazer é um empréstimo pessoal. Antes de procurar qualquer outro tipo no mercado, o mais indicado é fazer uma simulação de empréstimo em uma instituição financeira de sua confiança. Assim você poderá comparar pacotes, preços e taxas do mercado.

Com a modalidade de empréstimo Home equity, que se trata de um empréstimo com imóvel de garantia, essas instituições conseguem hoje oferecer até 60% do valor total para aqueles que são aprovados.

E acredite, elas estão muito longe de querer tomar a sua casa ou apartamento. Acontece que por possuir de uma garantia tão sólida, essa opção de empréstimo pode garantir ao consumidor grandes valores de crédito.

Em relação às taxas e juros, graças ao fato de seu imóvel ser usado como garantia do empréstimo, a variação vai de 0,99% a até, no máximo, 1,20%. Assim, você pode entender as diversas vantagens que somos capazes de oferecer em relação a qualquer outro meio de empréstimo disponível.

Empréstimos para MEI devem auxiliar, e não prejudicar!

Diferente dos bancos tradicionais, com as novas fintechs você pode realmente fazer o seu negócio crescer. E é por isso que são muitos os pacotes oferecidos. Eles são diversificados para atender a cada caso com mais atenção e qualidade também.

Ter um plano que se adequa a você e ao seu bolso é super importante para que você não saia no prejuízo.

Comente aqui