Data: 30/11/2021 12:27 / Autor: Redação / Fonte: ABCCA

Prêmio Copa Do Brasil encerra disputas da 40ª Exposição Nacional Do Cavalo Árabe

Com três corpos de diferença, Marlize Rach, de criação e propriedade do Rach Stud, foi a campeã do páreo


Crédito: Divulgação / JCSP / Porfírio Menezes

Para finalizar a tarde de corridas no Jockey Club de São Paulo, no último sábado (27), exemplares da raça Árabe se enfrentaram pelo Prêmio Copa do Brasil. Esse páreo extra especial, promovido pela Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), encerrou com chave de ouro as disputas da modalidade de Corrida válidas pela 40ª Exposição Nacional da raça.

Ao todo, 11 exemplares Puro Sangue Árabe, entre machos e fêmeas, disputaram o título brasileiro nos 1.000m, na pista de grama. De acordo com a ABCCA, Prêmio Copa do Brasil distribuiu uma bolsa total de R$ 10.098,00 em prêmios.

Como resultado, Marlize Rach (Eksort Rach x Musa Rach) cruzou a linha de chegada em primeiro lugar no tempo de 1:07.119, com três corpos de diferença do animal segundo colocado. Marlize Rach foi treinada para o páreo por L. Quintana e conduzida à vitória pelo jóquei F.Larroque. O animal é de criação e propriedade do Rach Stud.

“A Marlize Rach é uma égua pura polonesa, irmã materna do Mentor, filha da Musa Rach. Ou seja, isso mostra o nosso trabalho como criadores tentando criar uma linhagem de Corrida. Mostra que há uma consistência genética, tanto materna quanto paterna. Afinal, a Marlize é o quarto produto do Eksort que ganha corrida e o segundo produto da Musa. Isso mostra que a genética vai se formando.”, frisa Ricardo Saliba, do Rach Stud.

No segundo posto, com o tempo de 1:07.580, ficou o macho Veneraddo Rach (Atentaddo Ve x Vanna Rach) com o jóquei L. Felipe. O animal é de criação do Rach Stud e propriedade de Daniela Franco de Oliveira.

Depois, na terceira posição ficou Blendda D’Johrdan JM (Johrdan El Jamaal e Shallana HVP) ao cruzar a linha final no tempo de 1:08.280 sob a condução do jóquei I.Silva Ap1. O animal é de criação do Rach Stud e propriedade Roberto Jonas Simôes.

Comente aqui