Data: 26/07/2021 16:04 / Autor: Redação / Fonte: PMD

Diadema prioriza, temporariamente, vacina contra gripe para crianças

Medida é necessária até a chegada de nova remessa de doses. Solicitação de 30 mil unidades para reposição de estoque foi feita ao Governo do Estado de SP na semana passada.


Crédito: Letícia Teixeira

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio do Programa Municipal de Imunização (PMI), vai priorizar, temporariamente, a aplicação da vacina contra a influenza/gripe para as crianças. A medida é necessária porque o último lote recebido pela Central de Imunobiológicos de Diadema, na quarta-feira (21), foi de apenas 1.600 doses, que foram rapidamente distribuídas para as 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS). Aquelas UBS com maiores demandas já poderão ficar sem dose disponível para o público em geral nos próximos dias, enquanto a cidade aguarda o reabastecimento do Plano Estadual de Imunização.

“A gestão aguarda o governo do Estado de SP atender pedido feito pela nossa equipe da Vigilância à Saúde na semana passada de 30 mil doses extras, mas ainda não há previsão de quando isso vai acontecer. À medida que novas doses forem recebidas, nossas unidades serão prontamente reabastecidas. Enquanto isso, vamos continuar insistindo para ter nosso pedido atendido o quanto antes”, explica o prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior.

Números da vacinação

Organizada nacionalmente em três fases, a Campanha de Vacinação contra a influenza deste ano, teve início em Diadema, de maneira antecipada, assim como tem acontecido com a vacinação contra a covid-19. A Campanha que em outras cidades começou no dia 12 de abril, aqui teve início em 10 de abril, e iria contemplar, nas três fases, um público-alvo estimado de 125.750 pessoas.

Até agora, segundo dados do Programa Municipal de Imunização, foram vacinadas 98.870 pessoas. Desse público, 66.253 pessoas integram os grupos prioritários (crianças acima de seis meses, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, idosos e profissionais da educação) e 8.468 são pessoas com comorbidades. Já as outras 24.149 vacinas foram aplicadas após o término da vacinação dos grupos prioritários e abertura da vacinação para as pessoas interessadas do público em geral, respeitando orientação do Ministério da Saúde (ocorrido em 06/07), quando, desde então, não é mais necessário comprovação de comorbidade ou de pertencimento aos grupos prioritários para receber o imunizante.

“O número expressivo de doses aplicadas demonstra o quanto a população vem atendendo o chamado da Prefeitura e está conscientizada sobre a importância da vacinação como medida de prevenção das doenças. Esperamos receber mais vacinas nos próximos dias para poder continuar intensificando a imunização dos moradores de Diadema”, afirma Dra. Rejane Calixto.

Campanha Municipal

Em Diadema, a vacinação contra a influenza acontece nas 20 UBS, por livre demanda, ou seja, sem necessidade de agendamento, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h. Para receber o imunizante é necessário apresentação de carteira de vacinação, documento pessoal com foto e, se possível, o cartão SUS. Como é necessário dar um intervalo de 14 dias entre a vacina da Influenza e a da Covid-19, a SMS também recomenda, se possível, que o usuário leve o cartão de vacinação Covid-19 para agilizar o processo de consulta e imunização. Os menores de 18 anos devem estar acompanhados de um dos pais ou responsáveis.

Comente aqui