Data: 16/07/2021 11:30 / Autor: Redação / Fonte: BRK Ambiental

Dia de Proteção às Florestas: como o desmatamento pode afetar rios e córregos na cidade

BRK Ambiental destaca a importância da preservação do meio ambiente e ressalta o importante papel do Rio Tamanduateí para a região.


Neste sábado, dia 17 de julho, é comemorado o Dia de Proteção às Florestas, data que tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a necessidade da preservação das matas; lar de inúmeras espécies de animais e plantas, e responsável pela qualidade de vida humana.

O desmatamento e degradação do meio ambiente não refletem negativamente só nas questões ambientais, provocam também danos sociais e econômicos. Em vista disso, a BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de esgoto em Mauá, ressalta a importância da preservação do meio ambiente e destaca que a remoção da vegetação nativa e da mata ciliar pode gerar danos aos rios, córregos e bacias hidrográficas.

O rio Tamanduateí, terceiro maior afluente do Rio Tietê, exerce papel muito importante na cidade. Aproximadamente nove quilômetros do rio Tamanduateí passam por Mauá e a sua nascente foi uma das principais beneficiadas com a retirada do esgoto que era lançado no local.

Atualmente, Mauá se destaca como uma das cidades que mais avançaram nos últimos anos, com 86% de tratamento de esgoto, o melhor índice da Região Metropolitana de São Paulo. O percentual de 93% da coleta do efluente também é um índice expressivo na região. Esses indicadores demonstram um grande ganho ambiental para a cidade.

“A prestação dos serviços de esgotamento sanitário já está diretamente ligada à proteção das florestas. Quando coletamos, afastamos e tratamos o esgoto de Mauá, também estamos protegendo toda a área de vegetação próxima aos rios e córregos da cidade”, destaca Gláucio Vitorio Madsen, responsável pela área de meio ambiente na BRK Ambiental

Quando o assunto é meio ambiente, a remoção da mata nativa ou ciliar, principalmente próximo aos cursos d'água, pode causar assoreamento dos rios, ou seja, acúmulo de terra, lixo e matéria orgânica em seu fundo. As consequências disso são inúmeras, por exemplo, aumento de enchentes e a diminuição de vazão das nascentes.

A nascente do rio Tamanduateí se encontra na Gruta de Santa Luzia, na região da Serra do Mar. A Gruta assegura abrigo para inúmeras espécies de plantas e animais, principalmente peixes e aves migratórias.

“Portanto, apenas a retirada do esgoto bruto dos cursos d´água não garante a despoluição dos córregos e rios da cidade, isso porque ao arrancar a vegetação próxima às margens dos cursos d´água, eles ficam expostos para receber toda contaminação e poluição decorrente de chuvas. Assim, a preservação das florestas e dos mananciais é um trabalho coletivo, que envolve a sociedade como um todo”, explica Madsen.

Comente aqui