Data: 13/04/2021 10:52 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Educação de Ribeirão Pires renova parceria com o Instituto Ayrton Senna

Prefeitura assinou convênio para a realização dos programas “Gestão Nota 10” e “Gestão de Políticas de Alfabetização”, que fortalecem ações na rede municipal de ensino


Educação de Ribeirão Pires renova parceria com o Instituto Ayrton Senna
Educação de Ribeirão Pires renova parceria com o Instituto Ayrton Senna

Crédito: João Damásio

A secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco, assinou no início deste mês termo de licença com o Instituto Ayrton Senna para renovar a implementação dos programas “Gestão Nota 10” e “Gestão de Políticas de Alfabetização”, destinados ao fortalecimento das políticas de alfabetização e à modernização da gestão educacional na rede municipal.

A parceria não gera custos à Prefeitura e oferece instrumentos de gestão do ensino e acompanhamento de estudantes aos gestores e profissionais da Educação. Os programas colocam os resultados obtidos com ações e investimentos na Educação no centro das discussões, contribuindo com a rede de ensino no que se refere às metas de alfabetização na idade certa, aprendizagem adequada a cada ano escolar, redução da reprovação e melhoria na frequência escolar.

“Temos uma história com o Instituto Ayrton Senna, que em 2007, na primeira gestão do prefeito Clóvis Volpi, iniciou parceria com a Educação de Ribeirão Pires para o desenvolvimento de ações que impactem positivamente no aprendizado dos estudantes. Os conceitos e práticas pedagógicas desses programas trazem inovação e ferramentas importantes para o acompanhamento de nossas equipes e alunos”, avaliou a secretária de Educação da cidade, Rosi Ribeiro de Marco.

Cerca de 1.400 alunos matriculados do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental serão atendidos neste ano pelo “Gestão de Políticas de Alfabetização”, que promove a educação integral trabalhando o desenvolvimento das competências de leitura, escrita, numeramento e também das competências socioemocionais, científicas e corporais.

Os estudantes participam de sondagens, tipo de avaliação diagnóstica, para identificar o nível de aprendizado. As informações obtidas nessas avaliações, somadas a dados como a frequência dos alunos nas atividades, entre outras observações que podem ser inseridas pelo professor no sistema disponibilizado pelo Instituto, são usadas para monitorar o desempenho do aluno. A partir disso, professores e a equipe gestora da Educação traçam estratégias para garantir o aprendizado e bom desenvolvimento dos alunos.

O melhor aproveitamento dos recursos públicos e o consequente aumento da eficiência das políticas educacionais no ensino municipal são pontos trabalhados pelo programa “Gestão Nota 10”. A ação tem como objetivo o desenvolvimento integral de educadores e estudantes. Esse trabalho é feito com base em evidências, dados e contextos da Educação Municipal que indicam o que pode ser aperfeiçoado e de que modo.

O programa apoia os gestores para o alcance de metas que garantam o sucesso dos alunos. São avaliados indicadores como frequência escolar e a média de notas nas disciplinas de português, matemática, ciências, história e geografia.

O “Gestão Nota 10” acompanha o desempenho dos alunos do 4º ao 9º ano do Ensino Fundamental II e a assiduidade dos professores. O programa beneficiará neste ano quase 1.800 alunos de 9 escolas municipais.

Tanto o “Gestão de Políticas de Alfabetização” como o “Gestão Nota 10” promovem a formação dos profissionais da Educação, o primeiro direcionado aos professores e o segundo aos diretores e coordenadores das unidades escolares.

Comente aqui