Data: 23/09/2021 17:07 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Bernardo do Campo

Com avanço na briga da Covid, São Bernardo reforça sistema de Saúde em outras patologias

Município, que não instituiu hospitais de campanha, reorganiza oferta de leitos que estavam exclusivos para o Coronavírus para o tratamento e atendimento de outras doenças


Crédito: Gabriel Inamine / PMSBC

Com a eficiência da vacinação e a diminuição de casos de Covid-19, a Prefeitura de São Bernardo reorganiza, a partir desta quinta-feira (23/9), a oferta de leitos disponíveis na rede hospitalar municipal. Devido ao fato de o município ter optado pela não criação de hospitais de campanha durante a pandemia, parte dos leitos até então destinados para atendimento exclusivo de pacientes acometidos pelo Coronavírus passará a reforçar a rede de Saúde municipal para o atendimento de outras patologias.

A decisão foi anunciada pelo prefeito Orlando Morando, ao lado do secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, durante visita ao Hospital de Urgência (HU) Mauricio de Almeida Soares, criado para substituir o Hospital Pronto Socorro Central (HPSC), e que, a partir de agora passa a atender os casos de Urgência e Emergência de pacientes encaminhados pelas 9 UPAs e pelo PA Taboão. Já o Hospital de Clínicas (HC), fica responsável pelos atendimentos ambulatoriais e cirúrgicos. E o Novo Hospital Anchieta (HA) segue exclusivo para o tratamento de Coronavírus.

“Fomos uma das poucas cidades a não abrir hospitais de campanha, porque entendemos que os leitos criados para o enfrentamento da pandemia seriam de grande importância para o fortalecimento da nossa rede de Saúde e para o cuidado de outras doenças no pós-Covid-19. Seguimos priorizando a Saúde e garantindo qualidade no atendimento da nossa população”, detalhou o chefe do Executivo.

Comente aqui