Data: 08/12/2021 11:36 / Autor: Redação / Fonte: FASCS

Fundação das Artes mantém valor das mensalidades para o 1º semestre de 2022

A ação soma-se a uma série de medidas que a instituição tem tomado nos últimos dois anos, para garantir que os estudantes não paralisem seus estudos de artes


Em mais uma iniciativa de apoio aos alunos, pais e responsáveis que foram financeiramente afetados devido à pandemia, a Fundação das Artes de São Caetano do Sul decidiu manter para o 1º semestre de 2022 os valores atuais das mensalidades dos cursos livres e técnicos de Artes Visuais, Dança, Música e Teatro.

A ação soma-se a uma série de medidas que a instituição tem tomado nos últimos dois anos, para garantir que os estudantes não paralisem seus estudos de artes neste delicado momento vivenciado em todo o País.

“Desde o início da pandemia, por meio do seu Comitê de Acompanhamento e Implementação de Providências, a Fundação das Artes não tem medido esforços para garantir aos alunos condições de prosseguir com sua formação artística de alta e reconhecida qualidade em nossa instituição. Essa tem sido a nossa contribuição aos alunos que permaneceram conosco e ao setor cultural, que tem sido amplamente impactado”, afirmou a diretora-geral, Ana Paula Demambro.

Com a perspectiva de melhora nas condições sanitárias e consequente retomada econômica, a Fundação reavaliará o cenário para definir o reajuste nos valores dos cursos no segundo semestre de 2022.

Apoio aos alunos

Solidária às dificuldades financeiras enfrentadas pela comunidade desde o início da pandemia, a instituição prorrogou o vencimento dos boletos de abril para maio de 2020. No mesmo mês, lançou um Pacote de Medidas de Apoio (Lei nº 5.856 de 30/4/2020), no qual concedeu aos alunos o desconto de 40% nas mensalidades para os meses de abril, maio e junho daquele ano, exceto aos estudantes já beneficiados por bolsas de estudo.

Além disso, a instituição suspendeu todas as cobranças e ações judiciais durante o período de calamidade pública decretado no município e possibilitou o parcelamento das mensalidades em até 12 vezes, sem juros, aos alunos que, comprovadamente, sofreram impactos financeiros.

Com a continuidade da pandemia, a Fundação novamente se mobilizou e, em julho de 2021, lançou novo Pacote de Medidas de Apoio (Lei nº 5.951 de 28/7/2021) com desconto de 40% nas mensalidades de agosto a dezembro deste ano, e a possibilidade de parcelamento dos valores em até 12 vezes, sem juros aos que comprovaram as dificuldades.

A concessão de descontos teve um resultado positivo trazendo excelentes resultados à instituição e aos estudantes que continuaram tendo acesso ao ensino de qualidade tradicional à escola há 53 anos.

Comente aqui