Data: 15/10/2021 11:52 / Autor: Redação / Fonte: Instituto Mauá de Tecnologia

Trabalhos da Eureka apresentam tendências tecnológicas

Prótese de mão produzida em impressora 3D, cadeira de rodas controlada por comando de voz, base antivibratória para ambulâncias, entre outros, serão mostrados oficialmente no evento


Crédito: Letícia Teixeira

A tecnologia, principalmente diante de tempos de crises e pandemia, nunca esteve tão em alta e necessária na vida das pessoas. Por isso, formandos do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT), dos cursos de Engenharia, Administração e Design apresentam propostas e soluções inovadoras para diversas áreas, durante a 27.ª edição da Eureka, que será realizada on-line e gratuita, de 22 a 24 de outubro, das 13 h às 21 h. Entre os projetos com tecnologia agregada, destacam-se:

Prótese de mão produzida em impressora 3D - os formandos  dos cursos de Engenharia de Computação e Mecânica, Maria Clara Rocha Ferreira, Caio Shoji Kagamida, Guilherme Keese Tabacow e Marcello José Scatena Junior, desenvolveram um protótipo de prótese que não precisa de cirurgias nem de qualquer outro procedimento médico para o seu funcionamento. Além disso, é controlada por sinais de eletromiografia (EMG), utilizando redes neurais artificiais e impressão 3D. A leitura dos movimentos é feita por meio da detecção de sinais mioelétricos, provenientes de um sensor em contato com a pele, quer dizer, esses sinais elétricos são oriundos de fibras musculares. Um microcontrolador interpreta esses sinais que, por sua vez, enviam o comando para a prótese;

SIT - cadeira de rodas inteligente controlada por comando de voz - o estudo é dos formandos Henrique Romera Salvador, Gabriel Ferreira Fiorotti e Vinícius Andorni Teixeira, todos alunos do curso de Engenharia de Controle e Automação. A principal motivação para o projeto é trazer mudança, inovação e qualidade de vida ao aproximar do nosso cotidiano a realidade dos robôs. A vantagem com essa automação na cadeira de rodas elétrica é que o usuário, dentro de suas limitações, poderá locomover-se pela sua residência, hospitais, escolas ou qualquer outro ambiente fechado, de forma simplificada, apenas com o comando de voz;

Base atenuadora de vibrações para macas de ambulância - o trabalho tem como objetivo contornar o problema causado por desníveis em vias públicas para atenuar vibrações que podem ser prejudiciais aos enfermos dentro das ambulâncias. Além disso, outra vantagem, é o uso de materiais comuns para a manufatura do dispositivo. A ideia é dos formandos do curso de Engenharia Mecânica, Caio Fernandes Lobato, Pedro Agueda Welzel, Guilherme de Campos Volpe Serrain e Raphael Bellissimo Gaitano;

Eficiência de uma célula combustível (hidrogênio) - o trabalho tem como objetivo atender a demanda mundial para reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa e o consequente aquecimento global, além de oferecer uma alternativa aos combustíveis fósseis. Por isso, a célula combustível (hidrogênio) pode ser uma alternativa, uma vez que não emite CO2 ou substâncias nocivas para o ambiente. Os formandos Bruno Elie Baracat Agostinho (Eng. Mecânica), Raitê Almeida Dias (Eng. de Controle e Automação) e Victor Rezende Comenale (Eng. de Controle e Automação) estão aprofundando os estudos para a aferição da célula combustível, ou seja,  quanto é necessário de hidrogênio para realizar o processo de geração de energia pela célula, e quanto a célula de combustível gera de tensão e corrente para o pleno funcionamento do motor. Com esses estudos, é possível realizar projetos mais econômicos para a introdução dessa tecnologia nos automóveis.

Serviço

Evento: Eureka 2021

Data: de 22 a 24 de outubro, das 13 h às 21 h, on-line

Gratuito                                                                            

Comente aqui